Bonito, MS: flutuação na Nascente Azul

A Fazenda Nascente Azul fica pertinho do centro de Bonito e oferece o passeio de flutuação mais tranquilo da região. Além disso, essa é a única nascente em Bonito onde é possível flutuar. A Nascente Azul origina o Rio Formoso e pelo fato de possuir uma forte coloração azul, semelhante à Lagoa Misteriosa, recebeu o nome de Nascente Azul.

Receptivo

O receptivo/ sede da fazenda é bastante amplo e conta com recepção, restaurante, bar, vestiário e lago. Veja fotos da Fazenda Nascente Azul no final do post.

No dia que fui à Fazenda, havia um grupo enorme de terceira idade. Então, a recepção estava uma bagunça e o funcionário meio perdido, o que levou à um atraso no horário do passeio. Por fim, cada visitante tinha de preencher uma ficha com dados pessoais, informando o passeio que faria. O funcionário entregava para cada pessoa um papel com um número, indicando o grupo de acordo com o horário.

Bonito
Piraputangas

Além da flutuação na nascente, a Fazenda oferece aos visitantes a opção de fazer somente a trilha que leva à Nascente Azul. Essa trilha é pequena, tranquila e segura, sem contar que grande parte dela é ao lado do rio, ou seja, é possível ver peixes mesmo fora d´água.

O espaço da fazenda possui ainda com algumas atividades, como a tirolesa e corda bamba, e diversos espaços para descanso, ideias para quando retornamos à sede ou mesmo antes do passeio.

 Equipamentos e recomendações

As roupas para flutuação ficam no meio da trilha, num espaço amplo, com vestiários e ducha.

A Fazenda Nascente Azul fornece: roupa de neoprene (5mm), papetes croc, máscara e snorkel. O neoprene é um material próprio para atividades aquáticas, pois faz com que você boie e protege seu corpo da temperatura da água.

BonitoA primeira coisa que o guia fala antes de todo mundo colocar a roupa é “faça xixi agora”. Isso porque se você fizer xixi no neoprene ele vai ficar “grudado” ali e o cheiro vai impregnar – imagina alguém colocar isso depois (uuurghh). Então, faça xixi antes de vestir o neoprene, principalmente as mulheres, pois para os homens é bem mais prático. O ideal é colocar a roupa de neoprene por cima das roupas de banho (biquíni/ maio/ sunga).

Dica: logo depois que vestir o neoprene peça para alguém assoprar as suas mangas, pois isso ajuda a roupa a se ajustar no seu corpo. Outra coisa que você pode fazer é tomar uma ducha (ao lado do vestiário), visto que o neoprene esquenta e a água refresca, isso também faz com que a roupa fique um pouco mais confortável e ajuda a afastar os mosquito e pernilongos ao longo da trilha.

Na sede da Fazenda Nascente Azul, o pessoal já pede para não passar protetor solar ou repelente. Afinal, o material desses produtos é um mega agressor para as águas cristalinas da região. Imagina a poluição que seria se todo mundo que fosse fazer o passeio passasse repelente e filtro?

O Passeio

Como já disse, meu grupo saiu com alguns minutos de atraso. Um funcionário anunciou nos alto-falantes que os membros do grupo deveriam se posicionar em frente ao grande mapa da Fazenda  e arredores para que o guia desse um breafing do passeio a todos.

O guia chegou, se apresentou e explicou o trajeto no mapa. Ele ainda completou dizendo que os membros do grupo que não fariam a flutuação acompanhariam quem faria pela trilha ao lado. O guia também alertou para a possibilidade de observar animais nativos ao longo da trilha, como pássaros e até mesmo cobras.

Como o passeio seria: sairíamos da sede e percorreríamos uma trilha por uns 10 minutos. Depois, chegaríamos a uma base onde vestiríamos o neoprene e deixaríamos a muda de roupa seca. Então, continuaríamos a trilha por mais alguns minutos ate chegarmos à nascente. A partir dai começaríamos a descer o rio flutuando.

Dúvidas esclarecidas e tudo explicado, iniciamos o trajeto. De todas as trilhas que percorri nos passeios de Bonito, essa foi a mais segura e mais curta. O caminho é formado por taboas de madeira e há corrimão durante o percurso inteiro. A trilha é marcada por placas informando os animais que já foram avistados naquela região e ao longo da caminhada o guia fornece explicações sobre a fauna e a flora da região.

No caminho, passamos por uma linda queda d’água e por uma pequena hidrelétrica, que gera a energia da fazenda. 

Bonito

Depois de alguns minutos, chegamos à base da Fazenda Nascente Azul. O espaço é bem grande e lá pegamos a roupa de neoprene, máscara, snorkel e sapato. Os vestiários são grandes e possuem banheiro. Há armários por lá onde podemos deixar toalha, sapato e uma muda de roupa seca – sugiro que você leve suas coisas numa sacolinha ou mochila, pois o armário não é individual, mas compartilhado com todo o grupo. A chave do armário fica com o guia. Após todos estarem vestidos, seguimos para a continuação da trilha.

Bonito

Assim como a primeira parte da caminhada, o segundo trecho era composto por taboas de madeira e corrimão. Caminhamos ao lado do rio na maior parte do tempo e nessa altura já era possível avistar vários peixes por lá – pelo fato de a água ser muito cristalina, do lado de fora a gente consegue ver tudo. Em poucos minutos atingimos um deque, onde um grupo saia da água.

Bonito

Flutuação

Quando chegamos ao deque do meio, o guia pediu para aqueles que fossem fazer a flutuação entrarem na água para se certificar de que a máscara estava bem ajustada. Ficamos por lá uns 5 minutos. Aquela parte era cheia de lambaris e “piraputanguinhas” (filhote de Piraputanga). A paisagem subaquática era maravilhosa e surpreendente, assim como tudo na região.

O guia nos passou algumas instruções de segurança, como sempre virar de barriga para cima quando quiser arrumar a máscara ou pedir por ajuda, nunca, jamais, colocar os pés no chão, manter-se reto e não bater as pernas. O grande segredo da flutuação é ficar calmo e aprender a respirar pela boca. A água é muito cristalina e se você pisar a areia do fundo sobe e quem está atrás de você fica com a visão totalmente turva.

Caminhamos mais um pouquinho e chegamos ao primeiro deque, onde estava a Nascente Azul. De longe já é possível ver uma mancha meio arredondada e muito, muito azul na água. Como o próprio guia falou, lembra a cor da Lagoa Misteriosa – um azul turquesa. É lindo demais, e se estiver Sol, a paisagem fica mais bonita ainda. Pelo fato da água ser extremamente transparente, de fora vemos que o contorno da nascente é verde, por conta da vegetação aquática.

Bonito
O deque está dentro d´água, muito transparente, não?

Finalmente chegou a hora de entrar na água – a melhor parte dos passeios. Colocar a cabeça na água é dar de cara com um incrível e inimaginável mundo. A Nascente é uma fenda no solo, que, mesmo dentro d´água parece muito azul, nela é possível fazer apneias de 7/8 metros de profundidade graças à uma corda presa ao deque, o que é muito legal. Aliás, quando chegávamos ao fundo da fenda e soltávamos a corda para subir era muito bacana virar de barriga para cima, pois era possível ver a paisagem de fora com bastante clareza, como na Lagoa Misteriosa. A região em volta da fenda é cheia de plantas aquáticas e, por isso, a paisagem é cheinha de bolhas – é a fotossíntese ocorrendo bem na nossa frente!Bonito

A quantidade de peixes perto da nascente é enorme, o que faz com que essa parte do passeio seja bastante especial e colorida! Ficamos na nascente por uns cinco minutos e começamos a descer o rio. A flutuação é muito, muito tranquila, isso porque o comecinho do rio não tem correnteza, então não acontece de você ser levado pela água enquanto luta para ir para o lado oposto do que você está. A água é super transparente e há diversos cardumes de Piraputangas e Curimbás.Bonito

Como poucas pessoas fizeram a flutuação e todas já haviam feito passeios parecidos antes, o guia ficou na água com o grupo enquanto fazíamos apneia e no trecho até o deque do meio. Contudo, ele foi bastante atencioso com o grupo durante todo o passeio – nota 10!

O passeio todo durou em torno de 1 ou 2 horas, sendo que a flutuação teve duração de 20 minutos.

Bonito
“Piraputanguinha” roubando a cena

 Almoço na Fazenda

A Fazenda Nascente Azul oferece um delicioso almoço caseiro e típico do Mato Grosso do Sul aos visitantes. O restaurante é self-service e conta com diversas opções de pratos, além de vários doces de sobremesa .

As mesas são na área externa, o que é um pouco ruim devido à grande quantidade de abelhas naquela área.

A opção de almoçar na Fazenda Nascente Azul pode ser fechada com a sua agência de turismo, o almoço não está incluso no pacote.

A Nascente Azul vale a pena?

Em relação à beleza esse passeio é tão incrível quanto os outros, então, nesse ponto, eu acho que vale a pena, sim. A água é cristalina e é possível ver diversas espécies e cardumes, como já disse. Além do fato de que a Nascente Azul é linda e a sensação de fazer apneia naquela fenda é demais. Mas, saiba que a flutuação em si dura pouco tempo e, por ser o comecinho do rio, não vá esperando ver Dourados por lá.

Porém, pelo fato do passeio ser curto, ela é uma boa opção para aqueles que tem receio, ou até mesmo medo, da flutuação. Sem contar que por não ter nem um pouquinho de correnteza no início do rio, a Nascente Azul ainda é uma boa atividade para crianças, pois é bem segura. A Nascente Azul, com certeza, é o passeio ideal para aqueles que querem experimentar/ testar a flutuação.

  • Visite o site e o instagram da Nascente Azul.
  • Localização: 29 km do centro de Bonito

Bonito

 Dicas

  • Leve repelente e protetor solar, mas passe depois da flutuação!
  • Não é necessário saber nadar para realizar a flutuação, então não deixe de fazer o passeio por isso.
  • Caso você não tenha uma câmera subaquática, vale a pena alugar uma para a flutuação. Mas, atente a bateria e cartão de memória da máquina – saiba que o valor do aluguel não está incluso.
  • Se pretende alugar câmera, leve o seu pen drive, pois assim você não precisa comprar o CD.
  • Se você usa óculos, vá de lentes de contato – não atrapalha em nada o passeio
  • Os passeios na Fazenda Nascente Azul só podem ser agendados por agências de turismo
  • No final do passeio, você pode adquirir um CD com fotos do da flutuação ou escolher uma ou outra foto para impressão.

Bonito
Corda bamba
Bonito
A tirolesa só pode ser feita com colete salva-vidas
Bonito
O restaurante fica atrás das mesas de madeira

Bonito

Bonito
A entrada da Fazenda Nascente Azul

11/08/2015

*fotos: arquivo pessoal

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s