Sobre rotinas quebradas

Viver em cidade grande ou pequena, tanto faz. Quando a gente não larga a nossa rotina de escola, faculdade, trabalho, curso de idioma e tantas outras coisas que já estão embutidas no nosso dia a dia entramos em um profundo estado de estresse. O mais engraçado é que nós nem percebemos esse meio em que vivemos. Todo esse cotidiano já está encravado em nossa vida.

Então, chega aquele dia. O dia que você esperou durante semanas, meses e, em alguns casos, até mesmo anos. As tão esperadas férias. Aquele período em que nossas monótonas semanas são deixadas para trás, trocadas por dias mais felizes, que nos parecem estar sempre bonitos.  Não importa para onde você esteja indo: pode ser para outra cidade, Estado ou país, seja no interior, cidade grande ou praia.  Quando chegamos ao nosso destino, para ficar uma semana, um mês… um ano,somos tomados por uma onda de felicidade. O estresse habitual: esquecido.

É incrível. Afinal, durante uma viagem, parece que nos tornamos pessoas mais “de bem com a vida”, melhores, em outras palavras. Nós ficamos mais calmos e, ao mesmo tempo, muito animados. Também passamos a ser mais receptivos a diferentes culturas e opiniões. A gente se transforma num alguém muito diferente daquele que os que ficaram estão acostumados. Acredito que isso acontece por (1) conhecermos uma infinidade de coisas novas – ruas, edifícios, comidas, roupas, pessoas, hábitos e tudo mais que couber na nossa mente – e (2) pelo fato de darmos um basta à vida repetitiva.

Entretanto, o mais difícil é voltar e se manter da mesma forma que estava enquanto desbravava o mundo. Pois, retornar ao nosso mundo constante e cinzento é como esquecer aquele “outro eu”. Novamente, estamos envolvidos no meio dos problemas do cotidiano cansativo, ficamos concentrados em dedicar nossas 24 horas para as coisas que ainda não fizemos e que precisamos fazer. Por que isso acontece, com a grande maioria das pessoas, eu não sei. Mas, sei que é possível quebrar a rotina de vez em quando, não importa qual seja seu destino.


Giovana Meneguin

17/08/2014

Anúncios

4 comentários sobre “Sobre rotinas quebradas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s